Ir para o conteúdo

O Especialista

Fique por dentro do descolamento de retina

26 de março de 2012 | postado por Cinthya Leite | categoria Blog, O Especialista

"O descolamento de retina pode ser uma consequência de enfermidades como diabetes, HIV e doenças reumatológicas", diz Ana Paula Teles (Foto: Divulgação)

A retina é a camada mais interna reveste o olho. É constituída de tecido nervoso, capaz de captar os estímulos luminosos a ser transformados em imagens. Ou seja, é graças à retina que as imagens são processadas.

Quando apresenta alguma alteração como descolamento, essa área do olho, que é cheia de vasos sanguíneos, faz o médico desconfiar de distúrbios oculares e até de doenças no sistema vascular em geral.

A oftalmologista Ana Paula Teles, do Med Center – Centro de Olhos, que fica no Recife, tira algumas dúvidas sobre o assunto.

- O que é descolamento de retina?

É um problema que ocorre quando o tecido neurossensorial da visão (retina) perde o contato com a parede do globo ocular. A retina, que se situa na parte posterior do olho e é formada em sua maior parte por tecido nervoso (fotorreceptores e neurônios), é o local onde são captadas as imagens que são levadas ao cérebro pelo nervo óptico.

- Pode ocorrer descolamento de retina quando se lê um texto num veículo em movimento?

Essa é uma dúvida frequente; um mito antigo na oftalmologia. No entanto, não há qualquer comprovação científica para isso. O descolamento pode ocorrer, no entanto, em casos de desaceleração brusca, como impactos na face, esportes radicais e colisões entre veículos. A leitura em movimento pode, por sua vez, causar dor de cabeça, ardor e desconforto, decorrentes do maior esforço visual.

- Quais as causas do descolamento de retina?

O descolamento de retina acontece por traumatismo, degenerações periféricas da retina, inflamação ocular ou sistêmica, miopia acentuada e ainda pode ser uma consequência de enfermidades como diabetes, HIV e doenças reumatológicas, entre outras.

- Como se manifesta o descolamento de retina?

É detectado por piora súbita da visão, como se existisse um véu ou cortina diante dos olhos, ou embaçamento em algum ponto do campo visual. Pode ocorrer também a percepção de manchas pretas, de flashes ou de relâmpagos, que também são motivos de suspeita.

- Como é feito o tratamento do descolamento de retina?

Através de cirurgia, que tem como objetivo fixar a retina em seu devido lugar, no fundo do olho. Em alguns casos, é possível também o tratamento com injeções de gás intraocular, com crioterapia e ainda com laserterapia.

 
Todas as informações apresentadas neste blog estão disponíveis com objetivo exclusivamente educacional. Dessa maneira, nosso conteúdo não pretende substituir consultas médicas, realização de exames e tratamentos médicos. Sempre que tiver uma dúvida, não deixe de conversar com o seu médico, que é o profissional mais adequado para esclarecer todas as suas perguntas. E nunca se esqueça de que o direito à informação correta é essencial para a prevenção e o sucesso do tratamento. E mais: o conteúdo editorial do Casa Saudável não apresenta relações comerciais com possíveis anunciantes e patrocinadores do blog.