Ir para o conteúdo

Método canguru aumenta o vínculo mãe-filho (Foto: Divulgação)

Nesta segunda-feira (3/11), o Hospital Agamenon Magalhães (HAM), no Recife, recebe a certificação de unidade de referência estadual do método canguru. A solenidade, que será realizada às 8h, marca a conclusão do processo de acreditação da unidade de saúde, dentro do projeto de assistência ao recém-nascido de baixo peso e prematuro, do Ministério da Saúde (MS).

A cerimônia contará com a presença do diretor do HAM, Antônio Trindade, da conselheira do Programa Nacional do Método Canguru, Geisy Lima, da madrinha do Hospital, Sandra Figueiredo, e do coordenador Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Paulo Vicente Bonilha.

A estratégia do MS propõe o cuidado da criança logo após o nascimento até sua estabilização e acompanhamento para alta hospitalar segura. Essa ação favore o aleitamento materno exclusivo e as melhores condições de cuidados por parte da mãe e familiares.

“A expansão e o fortalecimento do Método Canguru no Brasil vêm sendo incorporados no planejamento de várias estratégias que visam à redução da mortalidade infantil, como o Pacto pela Redução da Mortalidade Infantil no Nordeste-Amazônia Legal e, recentemente, a Rede Cegonha”, explica a coordenadora de Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente da Secretaria de Saúde de Pernambuco, Alessandra Fam.

Conheça as vantagens do método:

– Aumenta o vínculo mãe-filho
– Reduz o tempo de separação mãe-filho
– Melhora a qualidade do desenvolvimento neurocomportamental e psicoafetivo do recém-nascido
– Estimula o aleitamento materno, permitindo maior frequência e duração
– Permite um controle térmico corporal adequado
– Contribui para a redução do risco de infecção hospitalar
– Reduz o estresse e a dor dos bebês com baixo peso
– Propicia um melhor relacionamento da família com a equipe de saúde
– Possibilita maior competência e confiança dos pais no manuseio do seu filho de baixo peso, inclusive após a alta hospitalar
– Estabiliza o batimento cardíaco do recém-nascido

Colégio Boa Viagem promove feira de alimentos orgânicos aberta ao público

29 de outubro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Frutas, verduras e legumes comercializados são trazidos de municípios do interior de Pernambuco (Foto: Divulgação)

Para incentivar o hábito da alimentação saudável, o Colégio Boa Viagem, no Recife, promove uma feira de alimentos orgânicos, na calçada da entrada principal da instituição, todas as quintas-feiras.

A feira, que é aberta ao público das 5h às 8h30, reúne cerca de 50 produtores da Associação Santo Agostinho certificados pelo Ministério da Agricultura.

As frutas, verduras e legumes frescos comercializados são trazidos dos municípios de Glória de Goitá (Zona da Mata Norte de Pernambuco) e Feira Nova (Agreste de Pernambuco).

Todos os fornecedores são assessorados pelo Serviço de Tecnologia Alternativa (Serta), organização que realiza o acompanhamento técnico para a produção dos alimentos orgânicos.

O Colégio Boa Viagem fica na Rua Professor Eduardo Wanderley Filho, nº 539, em Boa Viagem. Mais informações: 81 3465-4444.

Campanha reforça que, com o tratamento adequado, é possível ter qualidade de vida

Hoje, no Dia Mundial da Psoríase, a Sociedade Brasileira de Dermatologia/Regional Pernambuco (SBD/PE) realiza ações de conscientização sobre a doença no Parque 13 de Maio, no Bairro de Santo Amaro, área central do Recife, das 8h às 13h.

Na ocasião, a população poderá tirar dúvidas sobre a psoríase, que tem como sintomas placas avermelhadas na pele que ressecam, escamam e que aparecem, em geral, no couro cabeludo, cotovelos e joelhos. Em alguns casos, pode se espalhar por toda a pele e acometer unhas e juntas.

Ainda na programação da campanha, orientações sobre o diagnóstico, tratamento e evolução da psoríase serão fornecidas aos pacientes nos ambulatórios de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC/UFPE), Centro de Estudos Dermatológicos do Recife (Ceder/Santa Casa de Misericórdia do Recife), Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) e Hospital Otávio de Freitas (HOF).

A dermatologista Vanessa Medeiros ressalta que a doença não é contagiosa e que o objetivo da ação é levar à população mais informações sobre a psoríase. “A conscientização tem o papel importante para ajudar na diminuição do preconceito e colabora para a ressocialização de muitos pacientes”, diz a médica, que é coordenadora da Campanha Nacional de Conscientização da Psoríase em Pernambuco. Saiba mais: www.psoriasetemtratamento.com.br.

Quase 20% dos adultos brasileiros praticam exercícios em academias

28 de outubro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Percentual de entrevistados que disseram praticar musculação cresceu 50% entre 2006 e 2013 (Foto: Free Images)

Na busca por atividades físicas, a musculação tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil, enquanto o futebol reduz a participação na rotina da população. É o que mostra o estudo Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2013, que indica mudança no comportamento dos adultos, que estão mais atentos a um estilo de vida saudável.

A pesquisa ainda revela que hoje 33,8% da população praticam atividade física regularmente, um crescimento de 12,6% nos últimos cinco anos.

O percentual de entrevistados que disseram praticar musculação cresceu 50% entre 2006 e 2013, enquanto o índice dos que jogam bola caiu 28% no período. Segundo a pesquisa, 18,97% dos adultos hoje optam pelas academias, contra 14,87% que dizem praticar futebol.

Entre os homens, o futebol continua sendo o esporte preferido. Na hora de se exercitar, 26,75% da população masculina recorrem à paixão nacional. Mas, mesmo nesse grupo, o índice caiu: oito anos atrás, mais de 35% diziam jogar bola regularmente. Em segundo lugar, esse público realiza mais caminhadas, seguido da musculação.

Apesar das mudanças no perfil da atividade física da população, com a crescente participação da musculação, a pesquisa mostrou que a caminhada permanece como o exercício mais frequente entre os brasileiros. Do total de entrevistados que pratica alguma atividade física, 33,79% disseram fazer caminhadas. Em 2006, o índice era 10% maior. O público feminino é o mais fiel a esse exercício, com 43,98% de adeptas, seguida pela musculação e pela ginástica.

Para a diretora de Vigilância e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Deborah Malta, o crescimento da prática da musculação demonstra maior interesse da população brasileira em ter melhor qualidade de vida e mais saúde. O Vigitel, realizado em parceria com o Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo (Nupens/USP), ouviu 53 mil pessoas nas 26 capitais e no Distrito Federal.

Santa Casa de Misericórdia do Recife realiza mutirão de mamografias

27 de outubro de 2014 | postado por Cinthya Leite

Santa Casa de Misericórdia do Recife entra no clima do Outubro Rosa

No clima do Outubro Rosa, movimento mundial que ganhou força por alertar a população para a realidade atual do câncer de mama, a Santa Casa de Misericórdia do Recife promove amanhã, no estacionamento do Shopping RioMar, no Recife, marcações de mamografias que serão realizadas nos dias 29, 30 e 31 deste mês.

Entre 9h e 17h, os agendamentos começam a ser feitos. A expectativa é atender até 50 mulheres entre 35 a 69 anos gratuitamente. Os exames serão realizados no Hospital Santo Amaro, que fica na área central da cidade.

A ação, fruto de uma parceria com a Secretaria de Saúde do Recife, tem como objetivo conscientizar o público feminino sobre a realização da mamografia, considerada um procedimento essencial para a investigação do câncer de mama, assim como o exame clínico das mamas.

As campanhas têm reforçado o valor do rastreamento mamográfico porque ele é capaz de reduzir a mortalidade por esse tipo de tumor em até 25%.

O Sistema Único de Saúde (SUS) garante a mamografia para as brasileiras em todas as faixas etárias, mas a faixa entre os 50 e 69 anos é definida como prioritária para a realização do exame a cada dois anos. Mulheres com risco elevado para câncer de mama, como aquelas com parente de primeiro grau que tiveram a doença antes dos 50 anos, devem conversar com o médico para avaliação do risco e decidir a conduta a ser adotada.

Através da ação da Santa Casa de Misericórdia do Recife, quem for diagnosticada com câncer de mama será encaminhada para o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) e o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Além de contar com o agendamento do exame, o público do RioMar receberá orientações e folhetos explicativos sobre a doença, que deve acometer aproximadamente 57 mil brasileiras só neste ano.

campanha pela sade
 
Todas as informações apresentadas neste blog estão disponíveis com objetivo exclusivamente educacional. Dessa maneira, nosso conteúdo não pretende substituir consultas médicas, realização de exames e tratamentos médicos. Sempre que tiver uma dúvida, não deixe de conversar com o seu médico, que é o profissional mais adequado para esclarecer todas as suas perguntas. E nunca se esqueça de que o direito à informação correta é essencial para a prevenção e o sucesso do tratamento. E mais: o conteúdo editorial do Casa Saudável não apresenta relações comerciais com possíveis anunciantes e patrocinadores do blog.